Arquivo do mês: março 2012

São José recebe programa Escola Integrada

O Bairro São José recebeu no sábado, 24 de março, o programa Escola Integrada no Bairro, primeiro de 2012. No evento um grande público compareceu ao local, que contou com diversas atrações culturais, recreação e de serviço. No ato, o vereador Alex Rönnau esteve presente participando das atividades. O objetivo do programa é integrar, escola e comunidade, a fim de proporcionar atividades gratuitas e recreativas, aproximando cada vez mais o bairro da escola.

 

 

Anúncios

Perícia Médica

A perícia médica é a avaliação necessária para conceder ou não o auxílio-doença, o auxílio-acidente e a aposentadoria por invalidez. O perito médico avalia caso a caso, lenvando em consideração o que gerou o acidente, pois muitas vezes o problema de saúde que incapacita um para realizar um determinado, pode não incapacitar outro.
O papel do perito médico é comprovar a existância ou não da incapacidade para o trabalho. Ele não indica o tratamento e nem receita medicamentos.

Para mais informações acesse: www.previdencia.gov.br ou ligue 135.

Auxílio Doença

O auxílio doença é o benefício que todo segurado e segurada da Previdência Social têm direito a receber mensalmente quando forem considerados pela perícia médica do INSS incapacitados temporiamente para exercer suas atividades por motivo de doença ou acidente. Os primeiros 15 dias de fastamento do empregado, são pagos pelo empregador. Depois disso, o segurado deve solicitar auxílio-doença no INSS. Caso o contribuinte seja individual, o INSS paga todo o período de afastamento, a contar da data do início da incapacidade, desde que esta ocorra em até 30 dias antes da data da entrada do requerimento do benefício.
Mas, preste atenção, não tem direito ao seguro àqueles que se filiarem  a Previdência depois da doença. Para ter o direito de receber, é necessário comprovar, no mínimo 12 contribuições, anterior à data da incapacidade. Para pedir o benefício é necessário levar os seguintes documentos:

 – Documento de identificação com fotografia;

 – Número de identificação do Trabalhador – NIT (PIS/PASEP) ou número de inscrição de contribuinte individual, empregado doméstico, facultativo ou segurado especial, no caso, trabalhador rural.

 – Cadastro de Pessoa Física – CPF;

 – Documentação médica, se possuir.

Mais informações, acesse www.previdencia.gov.br ou ligue 135.

Vagas da AME

Confiram mais algumas vagas que a AME está disponibilizando!

Açougueiro – 1 masculino, acima de 18 anos com experiência, vagas oara todas as sedes de NH e EV do mercado ofertão.

Ajudante Geral – 2 vagas masculino, acima de 18 anos, com ou sem experiência. Vaga para construção Cívil.
Auxiliar de almoxarife – 1 vaga masculino entre 18 e 46 anos, com ou sem experiência.

Auxiliar de Escritura Fiscal – 1 feminina, acima de 18 anos, com experiência em digitação e noções de escrita fiscal, com ensimo médio completo.

 
Balconista – 1 vaga feminino, acima de 18 anos, com experiência.
Carpinteiro – 2 vagas masculinas, para pessoas acima de 18 anos, com ou sem experiência.

Coladora de Taloneira – 1 vaga feminina, acima de 18 anos com experiência.

Confeiteiro – 1 vaga masculino ou feminina, acima de 18 anos com experiência.

Eletrecista – 1 vaga, masculino, para homens entre 24 e 45 anos, com experiência comprovada.

Encarregado de Elétrica – 1 vaga masculino, entre 24 e 45 anos, com experiência comprovada.

Mecânico Indústrial – 1 vaga masculino, pode ser pessoa aposentada, de preferência com experiência.

Mestre de Obras – 1 vaga masculino entre 24 e 45 anos, com experiência.

Operador de CNC – 1 vaga masculino, entre 21 e 40 anos, com experiência, para operar máquina injetora Zamac e o CNC.

Para mais informações, basta acessar o site da AME, clicando aqui.

Aposentadoria por tempo de contribuição

Foto: Divulgação

Este tipo de aposentadoria consiste em beneficiar o segurado da Previdência Social depois de 35 anos de contribuição para os homens e 30 anos para as mulheres, independente da idade.

Para adquirir o benefício é necessário comprovar 180 contribuições mensais e ter em mãos a seguinte documentação.

 – Documento de identificação com fotografia;

 – Número de Identificação do Trabalhador – NIT (PIS, PASEP) ou número de inscrição de contribuinte individual, de empregado doméstico, de facultativo ou de segurado especial (trabalhador rural);

 – Cadastro da Pessoa Física – CPF;

 – Carteira de trabalho ou outro documento que comprove o exercício de atividade e/ou tempo de contribuição para períodos anteriores a julho de 1994;

 – Comprovantes de recolhimentos à Previdência Social (carnês de recolhimento de contribuições e Guias da Previdência Social – GPS);

 – Procuração e documento do porcurador, se for o caso.

Para mais informações, acesse www.previdencia.gov.br ou ligue 135.

Aposentadoria por idade

Começando a série sobre dicas da previdência, hoje falaremos sobre Aposentadoria por idade. Isso mesmo, as suas dúvidas, você poderá esclarecer aqui.

A aposentadoria por idade é o benefício que os trabalhadores urbanos, têm direiro aos 65 anos de idade para os homens e 60 para as mulheres. Já os trabalhadores rurais pode pedir a aponsentadoria por idade aos 60 anos, homens, e 55 mulheres. Para adquirir este benefício, os trabalhadores filiados a partir de julho de 1991, necessitam comprovar 180 contribuições mensais. Os que são filiados a mais tempo, devem comprovar o mínimo exigido pela legislação. Já o trabalhador rural, deve comprovar o exercício de atividade rural no mesmo número de meses correspondentes ai número de contribuições exigidas.Para solicitar a aposentadoria, é necessário apresentar um documento de identificação com foto na Agência de Previdência Social. Ao fazer isso é emitido um extrato e, se as informações estiverem corretas, o benefício sai na hora. E o melhor, é que tudo isso leva em torno de 30 minutos. Rápido e prático.

Caso, o seu benefício seja negado, será necessário apresentar a seguinte documentação. Lembrando que são as originais.

 – Número de Identificação do Trabalhador – NIT (PIS/PASEP/ ou número de inscrição do contribuinte individual/facultativo/empregado doméstico);

 – Cadastro de Pessoa Física – CPF;

 – Carteira de Trabalho ou outro documento que comprove o exercício da atividade;
 
 – Certidão de nascimento ou Casamento;

 – Certidão do Sindicato de Trabalhadores Avulsos ou do órgão gestor de mão de obra.

Contribuinte individual

 – Registro de firma individual, contrato social e alterações contratuais ou atas das assembleias gerais;

 – Comprovante de recolhimento à Previdência Social.
Trabalhador rural

 – A documentação necessária para requerer o benefício pode ser consultada no Portal da Previdência

Social, www.previdencia.gov.br ou pelo telefone 135.

Novidades!

À partir de amanhã, você irá conferir no blog uma série de matérias com
dicas sobre os benefícios da Previdência Social. Desta forma, você vai
entender melhor os seus direitos e saberá como adquiri-los. Fique atento,
essas informações serão de grande benefício para você, e aqui no blog, nós
explicaremos cada um deles para que você fique bem informado.