Arquivo da tag: Arroio Pampa

Alex busca soluções para constantes alagamentos no Arroio Peri

Mais de 50 moradores, comerciantes e donos de empresas de Canudos se reuniram na noite de ontem, quinta-feira, 21 de julho, com o secretário de Obras do município, Luiz Fernando Farias, o engenheiro e diretor de Esgotos Pluviais da prefeitura, Jorge Koch, o presidente da Associação de Moradores do bairro Canudos, Evaldo Machado e com o vereador Alex Rönnau. A pauta do encontro foi os inúmeros alagamentos causados pelas cheias do Arroio Peri.

“Cada vez que chove um pouco mais do que o esperado, estes valos de água transbordam e trazem prejuízos imensuráveis  e desgaste emocional à população do bairro. Temos que encontrar meios de driblar estes transtornos, que estão se tornando cada vez mais frequentes”, diz o vereador Alex.

O secretário Farias explicou à população presente que os trabalhos de dragagem que já estão acontecendo no Arroio Pampa devem refletir também no Peri, dando mais vazão às águas das chuvas. O secretário frisou que 1200 caçambas de lixo já foram retirados do Pampa desde o início dos trabalhos.

Além disso, o Arroio Peri foi contemplado com recursos federais, advindos do Programa de Aceleração do Crescimento, PAC 2. Com este dinheiro será construída uma galeria de concreto de 3m de largura e 2m de altura por toda a extensão da rua Ícaro, a partir da Madeireira Canudense. Esta galeria servirá para extravasar as águas do córrego e custará cerca de R$7,6 milhões. O projeto está em fase final, basta apenas a liberação das verbas pela Caixa Econômica Federal para as obras iniciarem.

Outras ações tomadas por parte do executivo municipal são aso licitação de R$150 mil para a limpeza do arroio, que poderá ser aprovado no orçamento de 2012 e a contratação de cinco pessoas para realizar a limpeza manual, a partir de agosto.

Anúncios

Desassoreamento do Arroio Pampa tem sucesso

Conforme divulgamos aqui no blog (clique aqui), uma draga do governo estadual está fazendo o desassoreamento do Arroio Pampa, em Canudos. Graças a esta ação – promovida pela Prefeitura hamburguense e amplamente comemorada pelo vereador Alex – as recentes chuvas pouco afetaram a comunidade de local. As tormentas que antes eram sinônimo de alagamentos, agora já não preocupam os moradores. Mesmo com os trabalhos ainda em fase inicial, os resultados já podem ser conferidos.

A remoção de resíduos do arroio começou na área mais próxima ao Rio dos Sinos. Lá, a quantidade de lixo e bancos de areia impedia a vazão do arroio, um dos motivos das inundações, principalmente nas Vilas Getúlio Vargas e Kipling. Centenas de toneladas de resíduos já foram retirados do córrego desde o início dos trabalhos.

Obra do PAC Manejo de Águas Pluviais em fase final

O primeiro de 16 projetos do PAC Manejo de Águas Pluviais, que é realizado pela Prefeitura de Novo Hamburgo, está prestes a ser finalizado. Coordenada pela Secretaria de Obras Públicas e Serviços Urbanos, SEMOPSU, a obra no Arroio Luiz Rau entre as Ruas Caxias do Sul e Rincão está em fase de acabamento e deve ser concluída na segunda quinzena de julho. Os investimentos são de mais de R$ 2 milhões do total de R$ 22,7 milhões que compreende todos os projetos.

O canteiro de obras segue com atividades permanentemente. Já foram colocados os gabiões – grandes paredes de pedras que são fixadas nas laterais do arroio para impedir erosões. A medida ainda contempla a instalação de um sistema de macrodrenagem para evitar danos ao solo e impedir alagamentos. O canal também foi alargado. Antes, no trecho, o Arroio Luiz Rau tinha largura variando entre 6 e 6,5 metros. Agora, ficará com 10 metros. A profundidade também aumentou, passando de cerca de 1,5 para 3 metros.

Segundo o prefeito Tarcísio Zimmermann, esta obra concentra uma série de melhorias estruturais que deverão evitar alagamentos. Além disso, um trecho da Avenidas Nações Unidas será pavimentado. “Com esta obra e o novo viaduto da Rua Rincão com a BR-116, teremos uma entrada mais adequada para a cidade, tanto para quem visita nosso Município como também para toda a comunidade”, afirma.

Junto com o Arroio Luiz Rau, o PAC Manejo de Águas Pluviais prevê melhorias em áreas correspondentes também aos Arroios Pampa, Guarani, Manteiga e Gauchinho. Entre as medidas, está a construção de 11 novas pontes, além de passarelas e galerias. “As ações nesses pontos visam melhorar o fluxo das águas e minimizar os alagamentos históricos no Município”, informa o secretário de Obras, Luiz Fernando Farias.

Prefeitura de Novo Hamburgo trabalha no desassoreamento do Arroio Pampa

O processo de desassoreamento do Arroio Pampa já começou em Novo Hamburgo. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Obras Públicas e Serviços Urbanos, SEMOPSU, usa uma draga cedida pelo Estado para realização do serviço. O objetivo é a retirada de resíduos em 3,7 mil metros do leito do córrego, desde a foz junto ao Rio dos Sinos até a área urbana, no bairro Canudos.

Este tipo de trabalho não é realizado há mais de dez anos, a secretaria estima que cerca de 250 toneladas de material, como bancos de areia e lixo, já foram retirados com os trabalhos da draga. A quantidade de resíduos é muito grande e justifica o período que a máquina ficará com o Município. O convênio com o Estado prevê uso durante seis meses, sendo que esse prazo pode ser prorrogado por igual período.

Atualmente, a draga trabalha próximo à Avenida dos Municípios, do lado oposto à área urbana, em direção ao Rio dos Sinos. O local apresenta uma quantidade expressiva de resíduos, muitos deles largados pela própria população, o que prejudica o escoamento da água. “Em alguns pontos, a profundidade do canal é de apenas alguns centímetros”, enfatiza Farias. Com o desassoreamento, o objetivo é reduzir os alagamentos no bairro Canudos, principalmente nas Vilas Kipling e Getúlio Vargas.

Município e Estado assinam termo para uso de draga

Conforme já foi noticiado pelo blog do vereador Alex dia 9 de maio, uma draga do Estado chegará ao município para alargar e limpar o Arroio Pampa. Um termo para o uso do equipamento foi assinado hoje, 24 de maio, na presença do prefeito Tarcísio Zimmermann, dos vereadores Alex Rönnau e Volnei Campagnoni e demais autoridades.

A draga será usada em um trecho de 3,7 mil metros, abrangendo o leito do Arroio Pampa desde a foz junto ao Rio dos Sinos até o curso e área urbana. Conforme Tarcísio, os trabalhos proporcionarão enormes benefícios às comunidades do bairro Canudos. “Vamos retirar uma grande quantidade de resíduos do Arroio Pampa e esperamos contar com a ajuda da população para que evitem depositar lixo e outros materiais no arroio, o que impede de que ele escoe a água naturalmente”, argumentou.

“Buscaremos minimizar os alagamentos, fazendo com que o escoamento de água do arroio seja mais eficaz, beneficiando principalmente os moradores das Vilas Kipling e Getúlio Vargas”, enfatizou o secretário municipal de Obras, Luiz Fernando Farias.

Arroio Pampa será alargado

O arroio vai ficar com cerca de dez metros de largura, num trecho de 1.700 metros de extensão

A dragagem começará pela margem do Rio do Sinos

Na sexta-feira, 6, pela noite, ocorreu um encontro extra das Pré-Assembleias do Orçamento Participativo, na Vila Getulio Vargas, em Canudos. A comunidade local vem pedindo uma solução para os constantes alagamentos causados pela grande quantidade de chuva e que vem castigando aquela região, através do transbordamento do Arroio Pampa.

O vereador Alex Rönnau esteve presente na reunião e explica que o foco ficou em torno da limpeza e dragagem do arroio, para desobstruí-lo e, como conseqüência, dar vasão às águas. Uma máquina do Governo do Estado chegará no município nesta quinta-feira, 12, e em seguida irá começar os trabalhos de desobstrução do Pampa. O equipamento ficará em Novo Hamburgo por aproximadamente 8 meses.

“A limpeza vai começar pela parte baixa, ou seja, pela margem do Rio do Sinos, e vai subir até as obras da Avenida dos Municípios. A draga deixará o arroio com uma largura de cerca de dez metros de largura, num trecho de 1.700 metros de extensão”, explica o vereador. “Depois terá a segunda parte da limpeza, a partir da Avenida dos Municípios”.

Egon (à esquerda), secretário Geral de Governo e Carlinhos (à direita), diretor do OP, explicam como funcionará o alargamento do Pampa à população